Notícias

por admin publicado 09/11/2018 10h15, última modificação 13/11/2018 12h37

Semáforo a luz solar e regulamentação de transporte de animais domésticos são discutidos em plenário

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 05/04/2019 08h05, última modificação 05/04/2019 11h38
A Câmara de Caruaru discute projetos com foco na sustentabilidade e bem estar da população

Projeto de Lei quer que os semáforos de Caruaru funcionem com energia solar

Projeto de Lei de autoria do vereador Lula Tôrres visa o aproveitamento dos raios de sol nos semáforos da cidade, de olho na sustentabilidade e melhoria da eficiência energética. O documento de nº 7.744 de 2018 se baseia em pesquisas que apontam que no Brasil há condições muito favoráveis para a realização desta iniciativa, já que em um levantamento recente ficou constatado que o país recebe 2,2 mil horas de insolação, suficientes para gerar 15 trilhões de megawatts. Em casos de apagão devido a chuvas fortes é uma excelente solução para que o deslocamento de pessoas no trânsito não seja prejudicado.

Para o gabinete do vereador, se a tecnologia atual permite que os semáforos funcionem tendo como fonte a utilização de energia solar, então, já é hora da implantação dessa energia. Infelizmente ainda é natural na nossa sociedade presenciarmos enormes gastos diários desnecessários com energia e nem sequer nos damos conta.

O projeto recebeu apoio dos parlamentares e bastante elogiado pelos  vereadores Daniel Finizola (PT), Bruno Lambreta (PDT) e Fagner Fernandes e foi aprovado por unanimidade do pleito em primeira discussão.

 

O transporte de animais de estimação pode ser regulamentado no município

Os animais estão cada vez mais inseridos nas famílias brasileiras, sendo criados com amor, cuidado e carinho. Em muitas situações, as pessoas deixam de sair de casa por não ter como levar os seus animais e não querem deixá-los sozinhos em casa. Nos últimos tempos, tem se noticiado que muitos animais perderam a vida por serem transportados de forma irregular, além de diversos deles que desaparecem em terminais rodoviários quando não permitem que os seus proprietários os transportem.

O Projeto de Lei apresentado pelo vereador Fagner Fernandes (n° 7769 de 2018) com finalidade de evitar que incidentes desta natureza continuem a ocorrer, além de permitir melhores condições de transporte para os animais em toda a cidade de maneira, busca estipular regras e meios para que a presença dos amigos de quatro patas em transportes públicos não incomodem os demais passageiros.

O texto do projeto, que recebeu aprovação da totalidade dos membros presentes na reunião, lembra que muitas pessoas que possuem um animal de estimação não possuem um automóvel próprio, sendo muito útil poder contar com o transporte público quando é necessário leva-los a uma consulta veterinária, a um posto de vacinação, entre outras situações.

Tribuna debate ensino municipal e retrata empenho dos legisladores de Caruaru para tornar a cidade mais sustentável

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 04/04/2019 23h05, última modificação 05/04/2019 11h29
Sistema educacional do município e projetos de lei que buscam sustentabilidade e transparência dos serviços públicos são focos de atenção dos vereadores da Câmara


Os discursos defendidos na reunião ordinária desta quinta (4), demonstraram a preocupação e avaliação dos parlamentares sobre o sistema educacional do município, insegurança e transtornos devido à dificuldade de trânsito por algumas vias do município, bem como de volta a questão, planejam criar instrumento para coibir omissão da Compesa perante os problemas de infraestrutura ocasionados no município por suas obras inacabadas.

Mas a tribuna, hoje, também foi palco de agradecimento coletivo em reposta a requerimentos atendidos em prol do desporto amador de Caruaru, que segundo vereador Tafarel foi fruto de empenho de muitos dos seus colegas. Comemoração pelas novas ambulâncias que passarão a atender o município e pelo importante papel que o Poder Legislativo de Caruaru tem exercido no âmbito da construção de políticas e leis para conscientização ambiental, bem como elaboração de textos que ajudam a aumentar a transparência com os gastos públicos.

Parlamentar pede audiência com secretária da pasta de educação na Casa
Retomando suas críticas sobre as obras de requalificação das escolas municipais e o projeto escola em tempo integral de Caruaru, o parlamentar Daniel Finizola (PT), solicita que a secretária Municipal de Educação do município possa ir até a Casa Jornalista José Carlos Florêncio discutir os critérios considerados pela gestão para execução dos referidos projetos.

Os vereadores Galego de Lajes (PSD) e Duda do Vassoural (PRTB) elogiam a dedicação da prefeita Raquel Lyra para com o ensino no município, mas pedem que o trabalho da equipe que atua na pasta seja avaliado com mais vigor. Pois acreditam que as falhas criticadas pela oposição, estejam relacionadas a inabilidade de alguns integrantes do grupo em concretizar os projetos idealizados pelo Executivo.

Galego e Duda ainda ressaltam os diversos avanços alcançados pela gestão e o parlamentar Bruno Lambreta também comemora a entrega de quase 500 óculos de graus aos alunos da rede pública municipal, com escolas contempladas tanto na cidade, quanto na área rural.

Mídias e propagandas do município deverão mencionar valor de investimento
O vereador galego de Lajes deve apresentar na casa um projeto que obrigue o poder público municipal a indicar o valor gasto com a produção das peças publicitárias, dentro da própria propaganda e pede apoio dos seus pares para aprovação do mesmo. “Vai funcionar como as informações dos letreiros ao final da propaganda eleitoral gratuita, por exemplo. Se for banner, vai ter que ter escrito no rodapé o valor que foi gasto com ele e a mesma coisa com a publicidade em rádio e TV”, descreve Galego.

A iniciativa que visa oportunizar ainda mais transparência com gasto público foi bem recebida pelo plenário e elogiada por parlamentares que já se manifestaram a favor do projeto. Marcelo Gomes (PSB), disse que a ideia do documento a ser apresentado pelo colega poderá alcançar escala nacional e ser copiada também por outros municípios.

Falta de iluminação e acesso aos bairros mais remotos preocupa parlamentar
O vereador Sérgio Siqueira fala sobre sua visita ao 4º distrito e relata que as chuvas enfrentadas nos últimos dias pioraram o acesso das comunidades do Nina Liberato, Lagoa de Pedra e João Barreto. A população se queixa dos constantes assaltos na localidade, já que os carros precisam praticamente parar para conseguir trafegar pelas vias esburacada, o que aliado a falta de iluminação, piora a situação de insegurança.

O vereador Bruno Lambreta (PDT) também reforça que a gestão municipal vai cobrar atitude da Celpe, que hoje é uma organização privada, mas vem se omitindo em dar resposta a população perante o que deveria ser de sua responsabilidade. A manifestação do parlamentar foi apoiada por outros vereadores que se queixaram da postura da companhia

Comissão de licitações se reúne para definir o menor preço das locações dos veículos.

por Thayná Leite - Estagiária de Jornalismo (com supervisão de Catiane Damas) — publicado 04/04/2019 15h55, última modificação 05/04/2019 12h24
Pregão para locação de veículos que ficarão a disposição da Câmara aconteceu nesta quinta, 04 na sala de Comissões da casa

Devido a importância na utilização de automóveis na casa Legislativa de Caruaru, a cada dois anos é realizada a reunião de licitações de carros para renovar a contratação de novas locações de veículos para o uso das atividades parlamentares. Hoje a câmara conta com três veículos: um para o uso da presidência e do administrativo e o outro para a mesa diretora. No entanto, há a possiblidade da locação de mais um carro.

Como funciona o processo de Licitações de carros?

As licitações são regidas pela lei federal 866/1993 e existem várias modalidades. O método usado na licitação desta quinta tem por nome “pregão”. É um termo técnico para denominar uma espécie de leilão, só que de forma reversa do qual estamos acostumados a ver. Neste caso, as empresas interessadas apresentam propostas escritas que vão ser comparadas com o levantamento dos preços de mercado feito pela comissão de licitação. Estando dentro desse preço, as propostas são abertas para iniciar o pregão. É escolhida a empresa com o menor valor pra iniciar os lances e as empresas interessadas em alugar os veículos para a Câmara disputam quem disponibiliza o produto pelo valor inferior. Uma importante estratégia para diminuição dos gastos públicos.  O vencedor  oferece por dois anos os veículos, que é o tempo do mandato da presidência.

Valter costa, que é técnico legislativo e supervisor do controle interno da Câmara de Caruaru, é também o pregoeiro da reunião – Principal responsável pelo programa.

De acordo com ele, existem mais benefícios em alugar ao invés de comprar os automóveis pela economia do dinheiro público na manutenção e na durabilidade. “A vantagem do pregão é de poder negociar e em outras modalidades o valor é alto e você tem um investimento maior, porque cada empresa tem um custo diferenciado e a modalidade do pregão tem a vantagem de poder negociar e tentar baixar o preço e você consegue visualizar quem tá apresentado o melhor produto” afirmou o pregoeiro.

A empresa que apresentou o menor preço foi a Adams Herlem de Souza Eureli com uma proposta de R$ 1940,00 mensais, valor unitário dos 4 carros. Apesar disso, ainda não pode ser considerada a vencedora, visto que a comissão de licitações investigará a empresa para confirmar se ela está de acordo com processos legais, se está apta e se há histórico de negócios fraudulentos por parte da empresa. Após o processo de averiguação, o contrato é realizado e assinado pelo presidente da Câmara.

Destaques da sessão ordinária desta Terça-Feira (2): Compesa e capacitação de servidores ganham espaço na tribuna

por Thayná Leite - Estagiária de Jornalismo (com supervisão de Catiane Damas) — publicado 03/04/2019 10h40, última modificação 07/05/2019 12h57

Devido às obras realizadas pela Compesa, as vias de Caruaru estão com problemas de infraestrutura e os parlamentares cobram o posicionamento do Poder Executivo e da empresa que fornece o saneamento básico para solucionar a questão. Ainda durante a sessão, o projeto de Lei 80/2019 que incentiva os servidores da Câmara a se capacitarem, assim como a lei da proibição de fornecimento de canudos na capital do forró são discutidos na casa.

 

Obras da Compesa causam transtorno por comprometer a infraestrutura da cidade

O Vereador Duda do Vassoural (PRTB) fez o uso da tribuna para reivindicar da Compesa solução para o problema dos buracos nas ruas causados pelas obras da empresa. O edil pede também o posicionamento da prefeitura sobre como será resolvido o incomodo dos asfaltos.

Os vereadores Ítalo Henrique (PSD) e Edjailson também compartilharam a insatisfação com a Compesa e cobraram uma posição do Poder Executivo. Do mesmo modo, o presidente da Câmara, Lula Tôrres (PSDB) se posicionou diante da questão e criticou as escavações realizadas nas ruas, sem o devido fechamento das mesmas. Outra situação mencionada pelo presidente são as Inclinações nas ruas de algumas localidades em Caruaru que contribuem para acidentes de trânsito.

 

Qualificação dos servidores da Câmara é centro de atenção dos Parlamentares

A sessão ainda contou com uma extraordinária e o vereador Daniel Finizola discorreu na tribuna sobre o projeto de lei de n° 80/2019 de autoria da mesa diretora, que visa facilitar a busca de qualificações dos funcionários da Câmara a assim disponibilizar auxílios para quem se especializar. Apesar de haver oposição por parte de alguns Edis, a aprovação do benefício foi bem recebida e apoiada pela maioria dos parlamentares por garantir maior qualidade aos trabalhos realizados pela casa e entregar maior eficiência do serviço. Em defesa do projeto, o edil Marcelo Gomes (PSB), argumentou que ninguém quer se aposentar com o mesmo salário com que iniciou a carreira e que o objetivo do trabalhador é poder ter a oportunidade de aumentar a sua renda. E a especialização é o meio mais justo para que esses profissionais possam, no âmbito da carreira que exerce galgar patamares mais elevados e explicou a importância de valorizar os servidores que buscam se profissionalizar cada vez mais.

 

Projeto que visa coibir o uso do canudo em Caruaru é aprovado em segunda discussão

O projeto de lei de n° 788/2018 de autoria do vereador Marcelo Gomes (PSB), ganhou notoriedade no plenário. E, mais uma vez, foi aprovado por seus pares.  Contudo, a aprovação não foi unânime: dois vereadores votaram contra e outros dois preferiram a absterem-se de votar pela aprovação da lei que proíbe o fornecimento de canudos descartáveis em pontos comerciais, como, bares, hotéis, restaurantes, casas noturnas e outros estabelecimentos afins na cidade de Caruaru.

De acordo com justificativa do projeto, além de serem nocivos ao meio ambiente, os canudos plásticos contêm Bisfenol A (BPA), um produto químico empregado que imita a atividade de hormônios, como o estrógeno no corpo, o que pode levar a distúrbios reprodutivos, câncer de mama e de próstata, diabetes, doenças cardíacas e outros comprometimentos de saúde.

Trabalhador autônomo recebe Título de Cidadania Caruaruense

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 02/04/2019 12h00, última modificação 05/04/2019 10h54
Vaqueiro, como é conhecido nas ruas de Caruaru, ganhou espaço no mercado informal da cidade e teve seu reconhecimento por meio de propositura do Vereador Daniel Lula Finizola

A força de um homem e sua determinação para encarar os desafios. Estas foram as lições que os presentes no plenário da Câmara de Caruaru receberam na noite desta segunda-feira (01) durante a entrega do Título de Cidadania de Caruaru ao senhor Wagner Chaves, que é natural da cidade de São Paulo e residente de Caruaru há 10 anos. 

Com propositura do Vereador Daniel Lula Finizola (PT), a solenidade foi prestigiada pela Secretária de Ordem Pública, Karla Vieira, pelo Padre Silvânio, reitor do Santuário Mãe Rainha de Gravatá, e pelo presidente da Associação Caruaruense de Trabalhadores Autônomos, o senhor Eduardo Dantas. Além disso, foi presidida por Lula Tôrres (PSDB), vereador e presidente da Casa. 

O propositor da homenagem detalhou aos presentes todo apreço e consideração ao Vaqueiro, como é conhecido nas ruas de Caruaru, reconhecendo a batalha do vendedor e sua luta junto aos movimentos sociais na cidade. "Hoje homenageamos Wagner Vaqueiro por sua inteligência, capacidade de empreendedorismo, por sua liderança. Quando olhamos para você vemos uma pessoa criativa, um empreendedor. Parabéns por colaborar diariamente com a cidade de uma forma tão significativa. Com sua atividade você contribui para o desenvolvimento dela", declarou Daniel. 

A secretária Karla Vieira também foi à tribuna homenagear o novo cidadão da cidade. Na ocasião, aproveitou para externar a admiração que sente pelo ambulante e do orgulho que ele demonstra ter pelo trabalho que realiza. "Queria registrar que na primeira vez que encontrei Vaqueiro observei que ele era diferenciado, pois falava com muito entusiasmo e alegria sobre a atividade que desenvolve", lembrou. Ainda durante a fala, Karla, que também não é natural de Caruaru, pontuou sobre os laços criados com a cidade e a satisfação por poder se sentir parte do local que se escolhe para viver. "Você criou sua identidade nessa cidade. Eu não tenho dúvidas que essa cidade é grata a você e da sua gratidão a essa cidade", disse a secretária.   

Ao final da solenidade, o homenageado direcionou suas palavras aos presentes. Dedicou o título a todos os trabalhadores ambulantes da cidade, explicando que a luta solitária não faz sentido. "Mesmo sabendo que essa honraria é individual, o mérito é coletivo. Se eu tivesse que dividir essa honraria com as mãos que a construiu, sobraria um pedaço bem pequeno para mim", confirmou. Na oportunidade, Wagner Chaves ainda traçou um panorama sobre sua história, da gratidão ao seu primeiro patrão, dos desafios encarados nas ruas e da felicidade que sente ao oferecer um produto de qualidade e saudável aos seus clientes: "eu entendia que tinha que ganhar meu dinheiro, mas que precisava cuidar da saúde das pessoas", finalizou. 

O homenageado 

Wagner Chaves, conhecido como Vaqueiro, nasceu em São Paulo, 1981. Filho de metalúrgico Manoel e da professora Leidejane, com quem aprendeu a cozinhar aos 15 anos, ofício que tornaria sua profissão. Participou de Seminário, influenciado pelo seu tio, que é padre. Em 2000, começou a trabalhar em restaurantes, entre eles, restaurante chinês, italiano, churrascarias, hamburguerias, totalizando mais de 18 estabelecimentos. Em 2009, chegou em Caruaru, onde trabalhou no Tempero Baiano e se tornou proprietário do mesmo. Seu Jesus e sua esposa dona Rosa, seus patrões, custearam o curso de chefe de cozinha para ele, onde surgiu a oportunidade de trazer o restaurante para as ruas de Caruaru. Vaqueiro tornou-se uma referência, não só na gastronomia caruaruense, mas também entre os ambulantes, quando passou a vender, nas ruas caruaruenses, comidas populares com forma de preparo diferenciada e saudável.

Vereadores iniciam trabalhos para revisar Lei Orgânica do município e Regimento Interno da Câmara

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 01/04/2019 18h25, última modificação 02/04/2019 16h52

Com as constantes evoluções no cenário jurídico nacional e questões político-sociais do município, faz-se necessária uma atualização das leis que regem a sociedade Caruaruense. Para tanto, a Lei Orgânica de Caruaru e o Regimento Interno da Câmara serão objetos de análise da Comissão Temporária Especial formada para estudo de revisão desses títulos, pelo prazo de 90 dias, prorrogáveis dependendo da necessidade.

Convocados pela presidência da Casa Jornalista José Carlos Florêncio, através da solicitação nº 144/2019, os vereadores membros da comissão – Daniel Finizola; Pb Andrey Gouveia; Ricardo Liberato; Leonardo Chaves; Bruno Lambreta, Marcelo Gomes, juntamente com o seu presidente Lula Tôrres – reuniram-se pela primeira vez, na tarde desta segunda-feira (01), para organização dos trabalhos e decisão da metodologia a ser aplicada durante a revisão das leis.

De acordo com o vereador Marcelo Gomes, escolhido unanimemente pelos seus pares para ser o relator da comissão, a expectativa para os trabalhos é alta, no sentido que deverão entregar documentos revigorados e condizentes com a nova realidade vivenciada pela sociedade, quase 20 anos após a edição do texto original. “Muita coisa mudou nesse interim e esses textos revisados deverão contemplar também das gerações futuras”, explica.

Marcelo também explica o papel do relator nesse processo: “o trabalho da relatoria é compilar todas as ideias aqui discutidas e transformá-las em um único texto”. O vereador acredita que a escolha do seu nome para o papel está diretamente ligada à sua área de atuação precípua, que é a de advogado.

O presidente da Casa e também da presente comissão, assim eleito pela totalidade dos participantes da reunião, vereador Lula Tôrres, explica a escolha dos membros para a realização desse trabalho: “buscamos fazer uma força conjunta para uma maior representatividade entre parlamentares da base do governo e da oposição, considerando também que muitos deles são advogados, convencionamos que poderíamos assim fazer um trabalho mais direcionado, mais ágil. E com a graça de Deus, iniciamos hoje”.

A comissão deverá reunir-se todas as segundas-feiras do mês de abril, às 14h, na sala das Comissões. A partir de maio, os encontros passam a acontecer quinzenalmente, às segundas-feiras. Os demais parlamentares são convidados a assistir e participar das reuniões. Além deles, é facultado a população e representantes acompanharem ativamente os trabalhos da Comissão Temporária Especial de revisão da Lei Orgânica e do Regimento Interno da Câmara Municipal de Caruaru.

Processo Licitatório define contratação de consultoria Contábil da Câmara de Caruaru

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 01/04/2019 11h50, última modificação 01/04/2019 12h52
Em sessão transmitida ao vivo pelo facebook, legislativo conhece empresa que fará sua consultoria de contabilidade e financeira ao longo de 2019.

Contratação de empresa de consultoria contábil foi licitada, hoje (01), na Câmara Municipal de Caruaru (CMC) e transmitida ao vivo pela página da Casa no Facebook. A modalidade de licitação executada foi a de Tomada de preço – aquela em que participam as empresas previamente cadastradas, até três dias antes do evento, para análise prévia da situação financeira e jurídica dessas firmas interessadas.

Para eficiência na gestão dos gastos públicos é importante o conhecimento técnico especializado na área de contabilidade, para que se possa melhor orientar o gestor nas suas decisões financeiras, bem como manter a organização das contas e documentos, conforme o estipulado pelos órgãos de fiscalização.

A Câmara estimou, com base em pesquisa de mercado, o valor de até R$7.933,00 mensais para pagamento do serviço de consultoria contábil. Porém, a proposta apresentada pela empresa vencedora, foi de um valor abaixo do total previsto: R$7 mil, o que deverá resultar numa economia de R$11.196,00, durante um ano para os cofres públicos.

Com o vencimento do antigo contrato, o Poder Legislativo de Caruaru precisou abrir um novo processo licitatório para contração durante o ano de 2019. Para isso, divulgou a abertura da licitação em diário oficial do município e veículos de grande circulação e apenas uma empresa demonstrou interesse, comparecendo ao ato. O interessado cumpriu com todos os requisitos legais exigidos pelo certame e o processo pôde ser efetivado.

O presidente da Comissão de licitação da CMC, o servidor Vicente Sabino, conta sobre o cuidado que a administração da casa tem para que todo o processo ocorra de forma efetiva e explicou sobre os prejuízos para sociedade quando não comparece nenhuma empresa para reivindicar sua participação na competição, ficando uma licitação deserta, como é denominada no meio jurídico. “Quando isso ocorre não é bom para a administração, pois é gerado o custo de ter que se refazer todo o processo, inclusive o de divulgação novamente”, relata Vicente.

A consultora em licitações e contratos, Goreti Gomes, destaca a importância da transparência, principalmente quando se trata de contratação com o poder público, exaltando a postura da Câmara em transmitir ao vivo todas essas sessões, o que perpassa o compromisso da gestão do atual presidente da Casa, o vereador Lula Tôrres, firmado desde o início de sua administração.

“A licitação é a abertura, um convite para que todos participem. A transparência é justamente para que todos vejam que não existe interesse em A, B ou C. Então, a gente pede que os interessados compareçam e tirem dúvidas e os internautas também podem encaminhar suas dúvidas, e a gente está aqui para isso: trabalhar para transparência e o ganho é para toda a sociedade”, conclui Goreti.

 

 

 

 

Câmara realiza solenidade em homenagem ao médico Marcos Pedrosa

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 29/03/2019 22h00, última modificação 03/04/2019 14h32
A propositura do Vereador Daniel Finizola reconheceu a relevante contribuição do docente e médico ao município de Caruaru ao longo dos cinco anos em que o recifense residiu na Capital do Agreste.

Na noite da última sexta-feira (29), a Câmara Municipal de Caruaru (CMC) concedeu título de Cidadania Caruaruense ao senhor Marcos Vinícius Soares Pedrosa, médico e docente do Núcleo de Ciências da Vida - localizado no Centro Acadêmico do Agreste (CAA), durante sessão solene presidida pelo vereador Lula Tôrres (PSDB) e secretariada pelo propositor da homenagem, o vereador Daniel Lula Finizola (PT).

A solenidade, que pode ser assistida pelo Facebook do Poder Legislativo de Caruaru, contou com a presença de amigos e familiares do homenageado, como os médicos e professores da Universidade Federal de Pernambuco, Saulo FeitosaCoordenador do Núcleo de Ciências da Vida; Carolina PazCoordenadora do curso de Medicina de Caruaru; e Viviane XavierCoordenadora da Comissão de Residência Médica. 

Durante o discurso do propositor da homenagem, os presentes puderam conhecer a admiração do parlamentar pelo profissional da saúde, pautando sua fala no compromisso e militância de Marcos Pedrosa pela instalação do curso de Medicina em Caruaru. "Marcos é um pessoa sempre comprometida com a sociedade, com as pessoas, com a medicina, com o SUS, com a saúde pública e os movimentos sociais. Fico muito feliz por dar esse título e por reconhecer a colaboração que você deu a essa cidade. Você colaborou muito ao dar toda sua dedicação e tempo à nossa Universidade Federal", enfatizou Daniel.    

"Quantas pessoas boas Caruaru ganhou com a instalação do curso de Medicina". Com esta constatação, a médica Carolina Paz iniciou seu discurso. Membro do grupo de docentes fundadores do curso no Agreste de Pernambuco, ela usou a tribuna para reverenciar seu colega de profissão: "Marcos veio para Caruaru por causa do curso de Medicina e agora vemos o quanto o curso deu um novo significado para a própria cidade. Ele não veio para ser apenas um professor. Veio para se tornar cidadão, para se integrar na sociedade, para contribuir com sua militância". 

Ao usar a tribuna, o homenageado narrou sua trajetória ao sair de São Paulo, onde cursou residência médica, para vir ser morador de Caruaru. "O que me trouxe a Caruaru foram sonhos. Nós tentamos construir um curso a altura dos nossos sonhos", lembrou Marcos, pontuando sobre o projeto de expansão das universidades, que viabilizou a entrada de Medicina na grade de cursos do Centro Acadêmico do Agreste. "Vivi anos muito intensos em Caruaru. Essa cidade me marcou, aprendi muita coisa. Casei morando aqui, tive minha filha aqui. É uma cidade que ficou muito marcada na minha memória", encerrou.   

Ao final da solenidade, o presidente da Casa parabenizou o vereador Daniel Finizola pela iniciativa e reconhecimento ao médico. "Tenho a felicidade em acreditar no ser humano, temos a missão de vir ao mundo para contribuir com a coletividade. Fico imensamente feliz em ser presidente e assinar seu título de cidadania, de participar desta reunião. Saio daqui acreditando ainda mais na humanidade ao me deparar com uma pessoa como você", finalizou Lula Tôrres.    

 O Homenageado 

Marcos Vinicius Soares Pedrosa é médico formado pela Universidade de Pernambuco (2009). Natural de Recife e criado em Olinda, foi médico residente do programa de residência médica em Medicina de Família e Comunidade da Universidade Federal de São Paulo ¬ UNIFESP (2011-2013). Atualmente é professor auxiliar do Núcleo de Ciências da Vida, localizado no Centro Acadêmico do Agreste (CAA), parte integrante da Universidade Federal de Pernambuco (NCV/CAA/UFPE). Chegou em Caruaru no ano de 2013, assumindo uma assessoria na Secretaria de Saúde do município. Desde o ano de 2015, é tutor do Mais Médicos na Universidade Federal de Pernambuco – CAA. Foi coordenador da Comissão de Residência Médica do NCV/UFPE (2014-16), onde coordenou a implantação dos programas de residência médica em Medicina de Família e Comunidade, Clínica Médica, Ginecologia & Obstetrícia e Psiquiatria em Caruaru. Atualmente, tem atuação no curso de graduação em medicina onde está desempenhando a vice coordenação do curso de medicina de Caruaru da UFPE (2016-18).

Projetos destaques da 15ª reunião ordinária de 2019:

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 29/03/2019 07h00, última modificação 28/03/2019 23h44
Proibição de fornecimento de canudos plásticos e primeiros socorros em shopping em Caruaru são projetos aprovados em primeira discussão hoje

Grandes centros comerciais de Caruaru poderão ser obrigados a prestar primeiros socorros dentro de suas dependências

Projeto de Lei 7768/2018 de autoria do vereador e presidente da Câmara, Lula Tôrres, pretende instituir que grandes empreendimentos, como shoppings e centros comerciais, possam oferecer serviços de primeiros socorros, e de forma gratuita, caso surja alguma emergência médica dentro dessas dependências, seja emergência decorrente de acidente ou mal súbito, visto que essas hipóteses não são raras de acontecer em cidades do porte de Caruaru.

A intenção do parlamentar é que esse documento possa garantir a segurança e proteção das pessoas que diariamente frequentam esses empreendimentos comerciais, bem como as que ali trabalham, posto que um atendimento ambulatorial mínimo emergencial, pode ser a diferença entre a vida e a morte nesses casos.

O projeto recebeu voto favorável de todos os vereadores presentes na reunião. O texto agora vai para uma segunda discussão em plenário para que possa cumprir com todas as etapas e assim seguir para a assinatura do Executivo, no prazo legalmente estipulado.

 

Caruaru deve ter lei que coíba o uso de canudos plásticos em estabelecimentos comerciais da cidade

De olho nos efeitos nocivos do descarte de materiais plásticos e dos inúmeros acidentes registrados com os canudos confeccionados com esse material - ocasionando a morte ou mutilação de seres marinhos e também terrestres em nosso meio, o vereador Marcelo Gomes redigiu o projeto de lei 7788/2018, que visa proibir o fornecimento e uso desse tipo de descartável em bares, hotéis, restaurantes, casas noturnas e outros estabelecimentos afins, na cidade de Caruaru.

O projeto foi aprovado em unanimidade pelo plenário da casa, nesta quinta (28), em primeira discussão. Mas deve voltar para apreciação dos parlamentares na próxima terça (02), quando receberá votação final do pleito.

Como alternativa, o texto indica que no lugar dos canudinhos de plástico seja ofertado ao cliente, canudos em papéis recicláveis, material comestível ou biodegradável, como já acontece em outros municípios do pais.

De acordo com justificativa do projeto, além de serem nocivos ao meio ambiente, os canudos plásticos contêm Bisfenol A (BPA), um produto químico empregado que imita a atividade de hormônios, como o estrógeno no corpo, o que pode levar a distúrbios reprodutivos, câncer de mama e de próstata, diabetes, doenças cardíacas e outros comprometimentos de saúde.

Casa democrática recebe SPM para prestação de contas

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 28/03/2019 22h30, última modificação 29/03/2019 09h41
A secretaria de Políticas Públicas para Mulheres de Caruaru apresenta um balanço de suas atividades e número de atendimentos em 2018 no plenário da Câmara

O primeiro expediente da 15ª reunião ordinária foi marcado pela presença da equipe da Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres (SPM), que mais uma vez, honrando com o seu compromisso com a transparência, atendeu prontamente o pedido do vereador Bruno Lambreta para usarem o espaço do plenário da casa para apresentar um recorte geral das atividades desenvolvidas pela pasta, durante o ano de 2018, a todos os parlamentares e sociedade.

A Secretária Juliana Gouveia expôs dados estatísticos dos atendimentos feitos pela pasta em Caruaru, fotos das oficinas realizadas com o intuito, não só de fortalecer a autoestima das mulheres assistidas por seus inúmeros projetos, mas também para lhe conferir meios de sustento, através, por exemplo, do aprendizado de uma nova atividade laboral, ou meios de negociação de seus trabalhos em feiras, como as de artesanato – desenvolvidas pela própria secretaria, e ainda cursos de planejamento financeiro, buscando conferir autonomia e independência as mulheres vítimas de violência doméstica.

Juliana também mencionou o acompanhamento junto as maternidades do município para prevenção da violência obstétrica e apoio para empoderamento das parturientes. E ainda, o trabalho de formação realizado com os policiais para facilitar o amparo e acolhimento das mulheres que precisam denunciar abusos sofridos.

A secretária enalteceu a importância da união dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e agradeceu a parceria dos vereadores na elaboração e aprovação de projetos de políticas públicas para o combate a violência contra as mulheres, e também agradeceu a prefeita Raquel Lyra, por seu empenho em dar todo o aporte e fortalecer o atendimento da secretaria, bem como ao Juiz da Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Caruaru, Hildemar Macedo e a toda a equipe da SPM, que não mede esforços para prestar assistência a quem precisa. Destacou que esse é um projeto de constante aprendizado e que estão sempre disponíveis para críticas e sugestões.

Os vereadores presentes agradeceram e elogiaram a organização e empenho de toda a equipe da SPM em ofertar o melhor de si e no acolhimento de cada uma das mulheres que chegam até eles.

Audiência pública busca desmistificar autismo em Caruaru

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 27/03/2019 13h45, última modificação 27/03/2019 14h01
Conhecer para integrar foram as palavras chaves que guiaram debate sobre o transtorno global do desenvolvimento no Poder Legislativo de Caruaru
Audiência pública busca desmistificar autismo em Caruaru

Foto Vladimir Barreto

Desmistificar o autismo para promover a inclusão foi intenção da audiência pública ocorrida, hoje, na Câmara de Caruaru. A iniciativa de reunir profissionais especialistas no tema para se discutir as dificuldades enfrentadas pelos pais e principais limitações das escolas do município sejam da rede pública ou particular, para atender as crianças com deficiência – especialmente as diagnosticadas com espectro autista, partiu do gabinete do vereador Fagner Fernandes.

Todos os especialistas foram categóricos em afirmar que o diagnóstico da condição não é uma sentença. E que é preciso pensar políticas públicas e ações que enxerguem esses indivíduos como os seres que merecem um cuidado integrado para potencialização de suas habilidades e tratamento de suas inabilidades, independentemente do seu grau de deficiência e da área que precisa de atenção: seja para o desenvolvimento do seu relacionamento interpessoal, da comunicação, ou aprendizado cognitivo.

A representante da OAB Caruaru e presidente da comissão de defesa das pessoas com deficiência, Nayara Nogueira, destaca a individualidade do tratamento, lembrando a necessidade de se harmonizar o atendimento de saúde com o direcionamento educacional da rede regular. “Quando você tem uma alteração cardiológica, você não vai a um ortopedista se tratar, da mesma forma acontece com o autismo. Não são todos os profissionais que podem realmente auxiliar no desenvolvimento da criança, daquele adolescente ou adulto”, afirma Nayara ao tratar da equipe multidisciplinar que deve estar a serviço da especificidade apresentada pelo paciente.

Já a psicóloga que trabalha para as sedes de promotorias de Caruaru e representante do Ministério Público na ocasião, Leilane Paixão, que estava presente para coletar as demandas apresentadas durante o debate, afirmou que a principal preocupação do MP era com a permanência dessas crianças nas escolas, já que a barreira não é mais a matrícula. “A lei 12.764 de 2012 prevê acompanhantes especializados para os autistas que necessitarem, porém as escolas ainda estão com dificuldades de prover esses profissionais. Quando existia esse acompanhante especializado, foi visto que era muito mais era um condutor dessa criança, para levar ao banheiro e acompanhar em alguma atividade, do que realmente alguém estava ali para facilitar um dos principais problemas da criança autista, que é a que é questão da interação social, e da comunicação. E uma das dificuldades é que essa lei não especifica o tipo de formação que esse acompanhante deve ter, relata Leilane.

O momento rendeu reflexões aprofundadas e bem embasadas e mães de autistas também puderam deixar a sua contribuição, junto com especialistas e demais representantes voluntários da causa. O vereador Leonardo Chaves, parabenizou a inciativa de colega ao propor a audiência e chamou a atenção para a possível causa da dificuldade de encontrar profissionais especializados para servirem de acompanhantes desses meninos e meninos que necessitam desse cuidado nas escolas: “a gente sabe que a legislação determina que seja um profissional qualificado (...) mas eu pergunto, quem é o profissional qualificado que vai para a escola trabalhar nessa função ganhando um salário mínimo.” Questão deixada no ar, segundo o próprio Leonardo, como para que futuras providências nesse quesito sejam tomadas.

A reunião, que foi presidida pelo parlamentar Presbítero Andrey Gouveia, ainda contou com a presença e participação de Fabiana Monteckio, mãe e membro do Grupo Anjo Azul e Rebecca Brayner, coordenadora de saúde mental em Caruaru. Todo o conteúdo dessa audiência poderá ser acessado diretamente pela página do Poder Legislativo de Caruaru no facebook, que transmitiu ao vivo todo o evento.

Câmara aprova aumento do piso dos agentes de saúde de Caruaru

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 27/03/2019 07h00, última modificação 26/03/2019 22h07
Em medida de urgência, projeto que institui a revisão salarial cumpriu todas as etapas legais e segue para sanção da prefeita

Ponto alto das sessões ocorridas nesta terça (26), o projeto de Lei de Nº 8.084/2019 do Poder Executivo de Caruaru -  que dispõe sobre atualização do valor fixado como piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias do município- foi aprovado, nas duas discussões, por todos os vereadores presentes e sob o olhar atento dos servidores da saúde que compareceram para acompanhar a votação.

Por se tratar de projeto de lei que envolve matéria financeira, o documento, para que cumprisse todas as etapas legais, precisaria passar por uma segunda discussão, algo que foi sanado na mesma ocasião, com a convocação de reunião extraordinária para deliberação das matérias pendentes, logo após ao término da 18ª sessão ordinária.

Foi reconhecida por todos os parlamentares a urgência de se definir a situação do piso dos agentes municipais da área de saúde. A vereadora Zezé Parteira utilizou a tribuna para ressaltar as dificuldades diárias que esses profissionais enfrentam para a realização do seu trabalho, como as longas caminhadas debaixo de sol forte, ou debaixo de chuva, e até mesmo os cães que insistem em afugentar esses desbravadores da saúde que muitas vezes se veem obrigados a pular cercas e porteiras para chegar até os mais isolados munícipes que precisam do atendimento. “Onde tem agente de saúde, não tem mortalidade”, destaca a vereadora que vivenciou e ainda vivencia a realidade dos agentes de saúde.

Os parlamentares membros das Comissões lembraram as discussões prévias que tiveram com os representantes da classe e presidente do sindicato SINDACSE-PE, Natalício Faustino, para que se chegassem ao texto que melhor atendesse a esses profissionais, que foi o documento apresentado na referida assembleia para votação. Os edis também lembraram a importância do escalonamento para previsão legal de novos aumentos, questões que prometeram debater vigorosamente nos anos vindouros.

Agora, o texto aprovado pela casa segue para sanção da prefeita do município, Raquel Lyra. Sua assinatura formaliza o documento como lei que, dentro do prazo legalmente previsto, passará reger o novo piso da categoria.

TRIBUNA: Convênio extinto com a Compesa e novidades sobre aeroporto de Caruaru são temas pontuados na reunião desta quinta (21)

por Núcleo de Comunicação — publicado 22/03/2019 07h45, última modificação 22/03/2019 11h40
Projetos de lei apresentados para votação em plenário visam garantir educação a todos e cuidados com a saúde pública do município

A Câmara Municipal de Caruaru realizou hoje, 21, sua 13ª reunião da terceira sessão legislativa da 17ª legislatura. E dentre os temas apresentados e discutidos na tribuna, projetos relevantes para a sociedade como os projetos de lei que garantem vagas em escolas próximas a residências aos filhos de deficientes e idosos; e obrigação dos tutores de recolher fezes de seus animais durantes passeios ganharam destaque durante ordinária. Ademais, a suspensão do covênio da prefeitura com a COMPESA dividiu, mais uma vez, posicionamento dos parlamentares da casa. Por fim, dentre outros temas que merecem destaque, a notícia de que o Aeroporto Oscar Laranjeira recebeu a requalificação exigida para liberação da ANAC.

 

ATUAÇÃO DA COMPESA NO MUNICÍPIO DIVIDE OPINIÕES DOS PARLAMENTARES

O cancelamento do convênio da prefeitura de Caruaru com a COMPESA foi tema que rendeu debate entre os parlamentares por duas reuniões consecutivas. Vereadores esclareceram que esse convênio se tratava de um encontro de contas, em que o município recebia descontos em seus gastos com água, e em contrapartida atuaria na reposição de pavimentação onde a empresa precisasse quebrar para reparos de vazamentos, por exemplo. Os edis da base do governo defendem que a reposição não acontecia a contento e não seria interessante para o município permanecer arcando com os gastos de calçamento e outros.

 

CONCLUÍDOS REQUISITOS EXIGIDOS PARA REABERTURA DO AEROPORTO DE CARUARU

 O portador da novidade na tribuna desta casa, foi o vereador Ricardo Liberato (PDT). Segundo ele, responsabilidade que seria do Governo do Estado, foi assumida pela sociedade civil com apoio e anuência da prefeita do município. Após análise dos requisitos estabelecidos pela Agência Nacional de Aviação Civil, ANAC, para que o aeroporto interditado em setembro de 2018, pudesse receber a devida liberação. Assim reconstruíram o muro de segurança; placas de sinalização, revisão da tubulação para recolhimento da água da chuva, uniformização das barreiras, limpeza do terreno, dentre outras medidas completaram o check list para a volta do funcionamento do aeroporto, que aguarda liberação da ANAC.

 

OBRIGAÇÃO DE RECOLHER FEZES DEIXADAS POR SEUS ANIMAIS NAS RUAS PODE VIRAR LEI

Projeto de lei n° 7.898/2018, de autoria do vereador Fagner Fernandes (AVANTE), quer tornar obrigatório o recolhimento das fezes dos animais que estiverem acompanhados de seus tutores em parques, praças e logradouros públicos. E estipula que aos infratores seja aplicada uma multa de 150 reais. A inciativa do parlamentar foi ovacionada por seus pares, que acreditam ser uma viável medida para reeducar parte da população que não cumpre com a sua responsabilidade, já que os animais não podem recolher seus próprios dejetos.  E que essa é também uma questão de saúde pública. Foi votado em primeira discussão e recebeu aprovação unânime do plenário.

PROJETO DE LEI VISA GARANTIR QUE FILHOS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA TENHAM VAGA GARANTIDA EM ESCOLAS PRÓXIMAS A SUAS RESIDÊNCIAS

O Parlamentar Moysés Santos (PRP) apresentou o projeto de lei n°8098/2019 a Casa Jornalista José Carlos Florência, que pretende assegurar a criança e ao adolescente, cujos pais ou responsáveis sejam pessoas com deficiência ou com 60 (sessenta) anos ou mais, a prioridade de vaga em unidade de ensino municipal mais próxima de sua residência.

Segundo justificativa apresentada pelo gabinete do vereador, a distância, aliada a impossibilidade financeira e física das famílias, é uma das causadoras de evasão escolar. O que é prejudicial ao seu desenvolvimento e, muitas vezes, determinante para falta de perspectiva quanto ao futuro desses jovens, tornando-os mais vulneráveis ao aliciamento do crime organizado e pelo tráfico de drogas.

Combate ao trabalho infantil ganha reforço em Caruaru

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 21/03/2019 22h00, última modificação 22/03/2019 09h52
Desembragador do TRT, presidente da Câmara e prefeita de Caruaru unem forças para massificar campanha de exposição contra a exploração infantil no Estado.

Um tema ainda pouco abordado é do trabalho infantil e para mudar essa condição no Estado de PE, o Desembargador e também palestrante da causa, Paulo Alcântara, encontrou-se previamente com o Presidente da Câmara de Caruaru, Lula Tôrres, para apresentar-lhe o projeto e dar continuidade a programação da exposição contra o trabalho infantil que ocorrerá entre os dias 10 e 25 de junho.

Para mobilizar forças em prol do projeto, o desembargador e presidente da Câmara se reuniram com a prefeita Raquel Lyra, na manhã desta quinta-feira (21). Também estavam presentes a Secretária do Desenvolvimento Social e Direitos Humanos,  Perpétua Dantas, o Coordenador do São João de Caruaru, Leonardo Salazar, a Gerente Geral de Educação de Jovens e Adultos, Mariza Sarinho, e Carlos Eduardo, o Secretário Executivo de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

O desembargador iniciou a exposição da proposta, com a exibição de um vídeo que relata a história de crianças que trabalhavam em mineração, demonstrando a importância de se erradicar o trabalho infantil.  A Prefeita Raquel Lyra manifestou adesão ao projeto. "A gente recebe a iniciativa e explica a metodologia que já é aplicada pela prefeitura de Caruaru, tendo a frente a secretaria de Perpétua, e isso tem tudo a ver com o que já acontece aqui", declarou a chefe do Executivo.

A secretária Perpétua Dantas, titular de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, comentou que o poder Judiciário bateu na porta certa, referindo-se ao interesse da prefeitura de Caruaru em colaborar com um projeto em prol da infância."O projeto que já temos encampado aqui em Caruaru de erradicação e de enfrentamento ao trabalho infantil,AIPAD, e o Fazendo Direito,  que são projetos que já atuam na vida das pessoas, na vida da comunidade e tem uma atividade intensa nas feiras livres de Caruaru, não só na feira da sulanca como em outra feiras de bairros também. Então, o trabalho do TRT, vem somar esforços e  agregar aos trabalhos já realizados da prefeitura municipal de Caruaru" afirmou.

Durante a ocasião, foram discutidos meios técnicos de como desenvolver o projeto e como fazer a programação acontecer. E uma das metas da ação é exibir vídeos com o conteúdo da campanha em telões durante as festividades juninas.

O presidente da Câmara, Lula Tôrres, explica a importância da união entre os três poderes na causa contra o trabalho infantil. "A Câmara municipal de Caruaru e todo o Poder Legislativo é a voz da população. São homens e mulheres que são eleitos para discutirem os problemas da sociedade e trazer esses problemas para os poderes que podem resolver esse assunto ou melhorar a situação. Portanto, estamos aqui como intermediador. Vamos trabalhar, vamos lutar para conscientizar os pais e as mães de que as crianças precisam viver a sua infância e trabalho é pra adultos. Fazendo isso vamos ter uma sociedade melhor", conclui.

Reajuste de piso salarial dos agentes municipais da saúde é discutido por comissões da Câmara de Caruaru

por Núcleo de Comunicação — publicado 21/03/2019 13h05, última modificação 22/03/2019 10h59
Projeto de Lei enviado pelo Poder Executivo tem por meta revisar o piso como reconhecimento dos serviços Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias

Aconteceu, nesta quinta-feira (21), reunião conjunta das Comissões de Legislação e Redação; Finanças e Orçamento; Saúde e Assistência Social para discutir o projeto de lei que dispõe acerca da atualização do valor fixado como piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias, através da Lei Federal nº 13.708, de 14 de agosto de 2018. Trata-se do projeto de Nº 8.084/2019 de autoria do Poder Executivo de Caruaru.

O Vereador Pb. Andrey Gouveia foi quem presidiu a reunião em que estavam presentes os Vereadores Daniel Lula Finizola, Pierson Leite, Bruno Lambreta, Ranilson dos Santos, Allyson da Farmácia, além do presidente do sindicato SINDACSE-PE o sr. Natalício Faustino, o consultor jurídico geral João Américo, os membros da Consultoria Jurídica Legislativa Marcella Souza e Samuel Vasconcelos e a representante do Poder Executivo Ariany Quaresma.

O posicionamento da consultoria jurídica foi pela adequação do projeto e apontou a necessidade de emenda para alinhamento do mesmo à melhor técnica legislativa. Os vereadores que participaram da discussão destacaram a importância e urgência do tema, mas diante da falta de posicionamento definido do sindicato das categorias em questão, concluíram sobre a impossibilidade de se definir o cenário. Com isso, acharam que o mais oportuno seria antes propiciar um debate com o Executivo para que dúvidas e incertezas fossem resolvidas.

TRIBUNA: Destaques da Sessão Ordinária desta terça-feira (19)

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 20/03/2019 07h50, última modificação 22/03/2019 08h24
Ícone dos debates políticos de Caruaru expôs críticas, sugestões e reivindicações para a classe dos taxistas, situação da feira do Canaã e novidades do programa do Executivo Escola pela Paz
TRIBUNA: Destaques da Sessão Ordinária desta terça-feira (19)

Foto Vladimir Barreto

O Espaço democrático onde acontecem as principais discussões de temas relevantes para o município, a tribuna da Câmara de Caruaru, trouxe reflexão sobre prestação de contas de gastos públicos, debateu pontos da lei que garantem isenção tributária aos taxistas do município, além da menção ao projeto do Executivo que busca trazer mais segurança para os professores e alunos dentro das escolas. Em meio a críticas, elogios, sugestões e respostas aos questionamentos, a reunião que durou mais de três horas, atestou que tanto os parlamentares da situação, quanto os da oposição buscam reafirmar o compromisso com a defesa do interesse público, acima das bandeiras partidárias, como garantiram em seus discursos.

A reunião desta terça (19) foi prestigiada pelos vereadores do município de Bonito, Marquinhos da Garagem, que também é o presidente da Câmara do Município e Edmilson Henauth, o mais novo presidente da UVB PE.

Parlamentar solicita revisão da nova taxa municipal cobrada dos taxistas

O vereador Fagner Fernandes (Avante) utiliza o artigo 245 da lei municipal 015 de 2009, que desobriga a classe dos trabalhadores autônomos dos serviços de táxi do pagamento de imposto no exercício de sua atividade no município (desde que atendidas as exigências por ele estabelecidas) para defender seu questionamento.  Esta lei ganhou a revisão e alteração de alguns artigos por meio de aprovação do plenário desta casa, mas foi algo que não abrangeu o referido artigo da isenção. Contudo, a classe se queixa dessa nova cobrança no valor aproximado de 140 reais, o que, segundo eles, veio dificultar ainda mais a competitividade com os carros dos aplicativos que conseguem cobrar menos que seus taxímetros para corridas de mesma distância.

Duda do Vassoural, vereador pelo PRTB, expôs que ouviu a mesma queixa dos taxistas e que chegou a levar a preocupação ao Secretário da Fazenda do município, Diogo Bezerra, e foi quando tomou conhecimento de que se trata de imposição da Lei Federal LC 157, de dezembro de 2016 – que obriga a prefeitura cobrar essas taxas, não concedendo ao Poder Executivo Municipal a opção de abrir mão de tal recurso.

 

Líder da situação esclarece cada um dos questionamentos trazidos pela oposição na tribuna

O parlamentar e líder de governo, Bruno Lambreta (PDT), usou o seu tempo de discurso para rebater as críticas e esclarecer as dúvidas levantadas pela oposição. Em resposta aos questionamentos trazidos pelo vereador Sérgio Siqueira (AVANTE) sobre a feira do Canaã, Bruno explicou que a estrutura do local, apesar de pequena, é obra do Poder Público municipal e que contempla a limpeza, banheiros químicos, calçamento e segurança do lugar e foi um dos primeiros compromissos da atual prefeita. E defendeu que, ainda que as feiras dos bairros surjam de iniciativas particulares, existe um interesse e preocupação da prefeitura com esses eventos.  Por isso, o projeto de saneamento -  conduzindo por essa gestão - já está em fase de levantamento topográfico, mesmo sendo o saneamento uma obrigação do governo do Estado, afirma Lambreta.

Já com relação a preocupação apresentada pelo edil Rozael do Divinópolis (PRTB) com a situação dos professores da rede de ensino municipal, o líder da situação relembra o projeto de autoria do Executivo Paz na Escola, que foi muito elogiado pelos seus pares, inclusive pelo líder da oposição Daniel Finizola (PT), que também é professor e entende a urgência de ações do Poder Público para a segurança dos professores e de todos os alunos. O projeto tem como uma de suas frentes de trabalho ministrar diversas oficinas e palestras para o combate ao vício e uso de entorpecentes pelos estudantes, inclusive álcool, dentre outras ações que visam devolver a autonomia dos professores dentro de sala.

 

 
 

Docente é agraciado com título de cidadania Caruaruense

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 19/03/2019 10h40, última modificação 20/03/2019 11h54
O professor Renato Costa, natural de Jaboatão dos Guararapes, reside em Caruaru há 16 anos, onde leciona em diversas instituições de ensino.

A Casa Jornalista José Carlos Florêncio abriu as portas nesta segunda-feira (18) para a entrega do título de cidadania Caruaruense ao professor Renato Henrique Maciel Costa, cuja trajetória na educação da cidade iniciou no ano de 2003. O reconhecimento pelos valiosos serviços prestados ao povo desta cidade veio através da propositura do Vereador Daniel Lula Finizola (PT), que também tem carreira na área educacional. 

Durante sua fala, o propositor relatou momentos partilhados com o homenageado, relatando a admiração pelo trabalho desenvolvido pelo colega. "Renato sempre demonstrou um amor muito grande por aquilo que faz enquanto educador. Eu estou muito feliz pois sei da sua contribuição e colaboração ao povo de Caruaru", relatou Daniel. 

Com trajetória marcada em diversas instituições de ensino da cidade, o docente acumula amigos e admiradores que estiveram presentes na ocasião da solenidade. Além destes, Renato reuniu parceiros da Maçonaria e do Moto Clube, entidades em que é membro. Entre os presentes, estiveram: Ronaldo Melo – Proprietário da Certam, Kiara Tabosa - Coordenadora Geral do Colégio Alternativo de Caruaru, Oseias Caetano - Representante da Loja Maçônica Cavaleiros das Sete Virtudes, Nilma Florêncio - Diretora do Colégio Alternativo, Alexandre Henrique Nunes - Representante da Academia Caruaruense de Cultura, Ciências e Letras, Almir Florêncio - Presidente do Moto Clube Águias do Agreste e Thiago Cabau - Diretor da Faculdade Pitágoras (Grupo Kroton).

Na oportunidade os presentes puderam ouvir depoimentos emocionados dos amigos do homenageado. Entre eles, a senhora Kiara Tabosa registrou o carinho que tem pelo professor Renato Costa. "Quanta honra em poder partilhar momentos com um profissional e pessoa humana do gabarito de Renato Costa. Do prazer em saber que Renato tem uma contribuição ímpar na formação destes jovens, dos cidadãos que estão imergindo", pontuou a coordenadora do Colégio Alternativo. 

O presidente da Casa, o vereador Lula Tôrres (PSDB), finalizou as falas apontando a satisfação, enquanto vereador, ao presenciar alguém como o professor Renato Costa sendo reconhecido pelo compromisso com a educação. "Hoje ouvimos falar sobre vida, sobre conhecimento. Conhecimento que ajuda o ser humano a viver melhor, a buscar melhor saúde, segurança e qualidade de vida. E o professor faz isso muito bem, pois ele ensina, luta para ensinar e conscientizar a juventude. Ver isso nos enche de esperança. Estamos muito felizes por outorgar este título ao professor Renato Henrique", conclui o parlamentar.   

 

O homenageado

Renato Henrique Maciel Costa nasceu em 09/01/1980, na cidade de Recife. Estudou no Colégio Maria Tereza – Boa Viagem, possui formação em eletrônica pelo IFPE e licenciatura em matemática. Foi professor no Arquipélago de Fernando de Noronha por dois anos. Chegou em Caruaru em 2003, trabalhando no colégio GEO – Caruaru - Jaboatão dos Guararapes. Em Caruaru, ensinou também no Colégio Pré-acadêmico, Colégio Antenor Simões, na rede de colégios Dimensão, Colégio Criativo, Colégio Sagrado Coração e Colégio Diocesano. É Sócio proprietário da empresa Isolada Dez Caruaru e Sócio proprietário da empresa GESTCONT – empresa de contabilidade. É maçom desde 2006, na loja Cavaleiro das Sete Virtudes e Vice presidente do moto clube Águias do Agreste Caruaru, moto clube mais antigo do Nordeste em atividade, com sede no Alto do Moura.

Câmara abre espaço para divulgação da Campanha da Fraternidade 2019

por Núcleo de Comunicação — publicado 15/03/2019 12h35, última modificação 25/03/2019 09h33
Representante da Diocese de Caruaru falou com os parlamentares sobre as diretrizes que norteiam a campanha deste ano, cujo tema é "Fraternidade e Políticas Públicas".

A reunião ordinária desta quinta-feira (14) recebeu o Padre Everaldo Fernandes - convidado pelo presidente da Casa através do requerimento 497/2019 aprovado em plenário, para apresentar as ações da Campanha da Fraternidade 2019, cujo tema é "Fraternidade e Políticas Públicas". Durante sua fala, o Padre enfatizou que um dos objetivos da campanha é de desconstruir a visão conturbada da população em relação aos representantes políticos.

O representante da Diocese de Caruaru exibiu vídeo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cujo conteúdo abordava aspectos de como a ausência de políticas públicas atinge a população. Na oportunidade, os vereadores da Casa Jornalista José Carlos Florêncio puderam assistir aos depoimentos de povos das mais diversas etnias e classes, todos demonstrando o quanto as políticas públicas interferem na rotina e no desenvolvimento humano das localidades. 

Ainda de acordo com o padre Everaldo, a campanha deste ano trabalha em prol de mais atenção e investimento em necessidades da população como o transporte coletivo, saúde, emprego, educação e combate à violência. Para o presidente da Câmara, o vereador Lula Tôrres, políticas públicas estão diretamente relacionadas aos trabalhos parlamentares. "Devemos estar inteirados com todos os problemas que afligem a nossa sociedade", declarou.

 

Projetos de Lei ganham destaque na reunião desta quinta-feira (14)

Dando continuidade a ordem do dia, foram votados dois projetos de lei. O primeiro trata-se da criação da semana de incentivo a solidariedade em Caruaru. O PL de número 7913/2018 é de autoria do vereador Tafarel do PRP. “Esse projeto de lei tem como objetivo incentivar que todo tipo ação solidária seja realizada na cidade Caruaru. Como agora virou projeto de lei a prefeitura e o poder executivo ficam mais sensíveis a poder dar outro tipo de auxílio, seja no âmbito pessoal ou financeiro para as entidades fazerem esse trabalho solidário dentro de Caruaru.”

O segundo projeto de lei votado na casa, foi o do vereador Leonardo Chaves do PDT. O projeto de número 7918/2018 tem como objetivo instituir o dia municipal da caminhada do forró com exposição do maior cuscuz do mundo. “Eu tenho acompanhado essa trajetória da câmera do cuscuz e sempre disse e continuo dizendo que é um dos maiores eventos realizado nas festividades juninas de Caruaru, que é a caminhada do cuscuz. Por isso nós resolvemos instituir o dia municipal da caminhada do forró pelo maior cuscuz do mundo” afirmou o parlamentar.

Comissão de Ética Parlamentar analisa mais de 180 projetos na primeira reunião do ano

por Renata Torres — publicado 14/03/2019 11h45, última modificação 14/03/2019 11h42
O encontro acontece a cada 15 dias na sala das comissões da Casa Jornalista José Carlos Florêncio.

Analisar 95 projetos, sendo cinco de decreto legislativo - que concede títulos de cidadania e medalhas de honra ao mérito, e outros 90 de denominação de logradouros, praças e outros espaços públicos, essa foi a pauta da primeira reunião do ano da Comissão de Ética Parlamentar da Câmara Municipal de Caruaru.

O presidente da Comissão, o vereador Presbítero Andrey Gouveia (PRP), junto aos demais membros, os vereadores Bruno Lambreta (PDT), Edmílson do Salgado (PCdoB), Galego de Lajes (PSD) e Heleno Oscar (PATRIOTA) examinaram toda a demanda de projetos, contando com o suporte técnico das integrantes da Consultoria Jurídica Legislativa da Casa, para verificar se os indicados estão aptos a receber as honrarias ou dar nome aos espaços públicos.

Na oportunidade, ficou acertado que as reuniões serão realizadas a cada 15 dias, todas as quintas-feiras, às 9h. “É uma forma de estarmos sempre em contato e não acumular muita demanda”, afirmou o presidente da comissão.

Projeto Viva Vitalino é centro de discussão na Câmara de Caruaru

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 13/03/2019 11h25, última modificação 13/03/2019 11h32
A sexta edição do evento que engrandece a cultura caruaruense corre o risco de não acontecer esse ano por falta de apoio financeiro

Evento Viva Vitalino homenageia não somente o Mestre do barro de fama e reconhecimento internacional, mas também celebra os nomes de tantas personalidades que moldaram e moldam a cultura caruaruense. E já está em sua sexta edição, prevista para acontecer no final de julho, dia 28. Contudo, a falta de incentivo do Poder Público e a inexistência de recurso financeiro ameaçam a realização do mesmo.

“É muito difícil fazer cultura, é muito difícil se fazer arte”, desabafa idealizador e coordenador do Projeto, Antônio Prego, em seu discurso na tribuna da Casa Jornalista José Carlos Florêncio, durante a tarde desta quinta (12). Ele conta ainda que o projeto começou a ser estruturado há 40 anos, inspirado na premiada peça de Vital Santos: O Alto das Sete Luas de Barro, que retrata a história e legado de Vitalino.

Prego agradece o apoio dos parlamentares, que por iniciativa de seu presidente – o vereador Lula Tôrres, concederam o primeiro expediente da 10ª sessão ordinária do ano para que articuladores e incentivadores da cultura no Estado de Pernambuco demonstrassem e debatessem a importância do projeto.

“A sociedade só será transformada quando mergulharmos na nossa cultura e no nosso passado (...) A finalidade dessa discussão é demonstrar o dom que a arte possui de sensibilizar os corações. Temos uma grande dívida histórica com o Alto do Moura e Mestre Vitalino por tudo que representam e fizeram pela nossa cultura. Fortalecer o Viva Vitalino é fortalecer a cultura pernambucana”, afirma o presidente da Câmara.

Durante a exposição, um documentário contendo depoimentos emocionados da comunidade contemplou a grandeza da representatividade do Viva Vitalino para o Alto do Moura, símbolo do artesanato pernambucano, identidade deste município.

A Conselheira cultural do município, Valeria Saboia, inicia sua participação destacando que não existe arte grande ou pequena, tudo é cultura e é preciso reformular nossos conceitos e que não se concebe orçamento só para grandes eventos. “Alto do Moura é o berço é a terra santa que vem dando sustentabilidade a essa cidade e sua economia”. Ela ainda chama a atenção para o engajamento que é questão de educação, não apenas de responsabilidade do Poder Público, mas de toda a sociedade “ É um trabalho de conscientização até junto aos nossos empresários, que preferem levar seus filhos para shopping a participar de uma oficina de argila, onde está ali a própria mão divina. Então é um trabalho de base, de educação doméstica”, enfatiza.

Também participaram da reunião Rubens Júnior, secretário de governo do município e presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, que no momento garantiu apoio da prefeitura para o Viva Caruaru; Carmem Valeria Saboia, titular do Fórum Setorial de Agentes Culturais, artesão e Produtores Culturais do Conselho Municipal de Política Cultural de Caruaru e Breno Nascimento, assessor de artesanato da Secretaria de Cultura de Pernambuco, representante da Fundarpe.  

Os vereadores Edijailson da Caruforró, Daniel Finizola e Fagner Fernandes fizeram o uso da palavra para reforçar a necessidade de se incentivar e produzir eventos como o Viva Caruaru que expressam em sua essência o orgulho do ser caruaruense, de pertencer a terra da cultura.

Câmara recebe secretários municipais e volta a discutir parceria com TRT

por Thayná Leite - SECOM/Poder Legislativo de Caruaru — publicado 27/02/2019 15h52, última modificação 27/02/2019 15h52

 O presidente da Câmara municipal de Caruaru, Lula Tôrres (PSDB) recebeu a visita de secretários da Prefeitura de Caruaru, que se reuniram nesta quarta-feira (27) para dar continuidade à proposta de unir parceria com Tribunal Regional do Trabalho em prol da luta contra o trabalho infantil. Tema que já havia sido proposto pelo desembargador do TRT, Paulo Alcântara em outra visita ao presidente do Poder Legislativo.

O objetivo do encontro discutiu como o Executivo e a Câmara podem estreitar os laços na ação do combate ao trabalho infantil. A ideia é realizar uma parceria entre os três poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário para que o São João da cidade também seja palco do combate ao trabalho na infância.

O Presidente Lula Tôrres, explica o empenho do Poder Legislativo perante a sociedade: “A Câmara de Vereadores vem cumprindo o seu papel que é de dialogar, de atrair pra si a administração pública em geral para melhorar os problemas que vem surgindo diante de toda sociedade”.

Rubens Júnior, Presidente da Fundação de Cultura e Turismo de caruaru,  garantiu que a principal festa da cidade está a disposição para apoiar a iniciativa. “Vamos apresentar ao TRT o máster plan do São João e vamos discutir qual a melhor forma da participação que será construída entre o TRT, a Fundação de cultura, Prefeitura de Caruaru, com a intermediação da Câmara Municipal”, afirmou.

Já a Secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Perpétua Dantas, lembrou que a parceria é antiga e só vem reforçar as ações já realizadas pelo município: “A gente só vê essa aproximação do TRT como um ampliação dos trabalhos que a Prefeitura já e a secretaria já desenvolvem dessa de parte tão importante”.

Além deles, também esteve presente representando a Secretaria de Educação de Caruaru, Mariza Sarinho, que é gerente geral do Ensino Fundamental e do EJA.

Câmara recebe visita do Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho

por Thayná Leite - SECOM/Poder Legislativo de Caruaru — publicado 22/02/2019 12h12, última modificação 22/02/2019 12h12

O presidente da Câmara municipal de Caruaru, Lula Tôrres (PSDB), se reuniu nesta sexta-feira (22) com o desembargador do Tribunal Regional do Trabalho, Paulo Alcântara. A vinda da autoridade teve como objetivo apresentar a proposta de unir parceria com o Poder Legislativo em prol da exposição que representa o combate ao trabalho infantil. O evento ocorrerá em junho no Caruaru Shopping.

O desembargador é gestor regional, mestre em educação e também realiza palestras voltadas para jovens que estão em conflitos com a lei. Um dos seus principais objetivos é a luta contra o trabalho infantil.

Até então a exposição só havia ocorrido em Recife e com essa parceria o intuito é atingir mais pessoas com o projeto e consequentemente diminuir os índices de mortalidade e infrações entre adolescentes de 13 a 17 anos. O evento é uma forma de alertar a sociedade sobre os perigos de negligenciar a atenção aos jovens, visto que o trabalho precoce, a falta de oportunidade para que esses adolescentes possam frequentar a escola e pais que se descuidam desses fatores, podem levar esses juvenis à vida de criminalidade.

Disque Denúncia ganha espaço em Audiência Pública na Câmara de Caruaru

por Thayná Leite - Estagiária de Jornalismo (com supervisão de Catiane Damas) — publicado 20/02/2019 15h05, última modificação 25/03/2019 09h34
O objetivo do propositor, Rozael do Divinópolis, foi fomentar o debate sobre a Segurança Pública, mostrando a importância do projeto para a resolução de crimes no município.

Em um país onde a criminalidade cresce a cada dia e intimida os cidadãos, estar mais próximo da resolução de crimes é a tranquilidade que todos gostam de ter. Motivado pela preocupação com a segurança pública em Caruaru, o vereador Rozael do Divinópolis (PRTB) propôs audiência pública para debater a importância do apoio financeiro ao Disque Denúncia Agreste, por parte do governo estadual e municipal, além de parcerias com empresas e entidades ligadas ao comércio. O debate acerca do tema aconteceu nesta quarta-feira (20), no plenário da Casa Jornalista José Carlos Florêncio, e reuniu autoridades e representantes de entidades interessadas em dar suporte à entidade que tanto contribui para a resolução de crimes na região agreste de Pernambuco. 

Na ocasião, estiveram presentes as secretárias municipais de Ordem Pública - Karla Vieira, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos - Perpétua Dantas, e Políticas Para Mulheres - Juliana Gouveia. E ainda, o representante do 4º Batalhão de Polícia Militar, Major Washington, o presidente da OAB Seccional Caruaru, o advogado Fernando Júnior, a coordenadora do Disque Denúncia Agreste - a advogada Janeilda Rodrigues, e dos secretários executivos de Governo e de Comunicação - Lino Portela e Hélio Júnior. A audiência foi agraciada pelas presenças de advogados representantes dos deputados estaduais Erick Lessa, José Queiroz e Tony Gel, que na oportunidade se mostraram solidários à causa e asseguraram apoio ao Disque Denúncia, além da vice-presidente da ACIC, Ivânia Porto, e do presidente da Associação Caruaruense de Trabalhadores Autônomos, Eduardo Dantas.      

Em seu discurso, o vereador Rozael do Divinópolis reconheceu o trabalho desenvolvido pelo Disque Denúncia e alegou que junto aos demais parlamentares da Casa pretende batalhar pela bandeira do município de Caruaru. “Vamos defender com unhas e dentes para que esse órgão possa ser mantido, para tirar bandido das ruas, tirar as drogas das ruas e não vamos deixar que esse órgão seja fechado em Caruaru", pontuou.  

A Secretária de Ordem Pública Karla Vieira declarou que a prefeitura vem contribuindo com o Disque Denúncia. No entanto, a titular da pasta admite ter ciência de que o valor repassado não é suficiente para manter o funcionamento integral do órgão e que já estão em busca de trabalhar novas alternativas para sanar a situação. "O valor repassado pela prefeitura hoje é o que garante o funcionamento do Disque Denúncia, mantendo o pagamento do salário da equipe restrita que está trabalhando no órgão. Podemos avançar muito mais e a prefeitura não vai se abster dessa discussão. Reitero que nosso compromisso não é somente social, é moral com a questão do Disque Denúncia e a prevenção da violência em nosso município", garantiu Karla.

A Coordenadora do Disque Denúncia em Caruaru, Janeilda Rodrigues apresentou dados sobre o trabalho realizado pela entidade e reforçou a importância do mesmo como ferramenta para combater o crime em Caruaru. "Atualmente temos uma receita pequena para uma despesa alta. Mesmo tento o aporte financeiro por parte da prefeitura de Caruaru, que é o que está possibilitando o funcionamento com o minimamente possível, mas que é insuficiente. Precisamos mobilizar a população e os órgãos públicos para que entendam que o Disque é uma ferramenta da população como um todo", explica a coordenadora. 

O instrumento vem aproximando a sociedade civil da Polícia e, ainda, ajuda os órgãos competentes a resolverem diversos crimes em Caruaru e região Agreste. O representante do 4º Batalhão de Polícia Militar, o Major Washington usou a tribuna para reiterar que os militares estarão em parceria com o Disque Denúncia e vão atuar de forma intensiva. “O nosso objetivo é a prevenção, prevenir para que o crime não ocorra”, enfatizou o Major.

 

Panorama da violência

Reportagem publicada pela Folha de São Paulo, em 2017, aponta que Caruaru registrou 64 assassinatos por grupo de 100 mil habitantes no ano da publicação. Em comparação com São Paulo, estado mais populoso do país, o registro foi de oito assassinatos por grupo de 100 mil, a menor taxa dentre as 27 unidades da federação. Isso faz de Capital do Agreste uma das cidades mais violentas do Brasil.

Dentro da realidade de Caruaru, destacamos o bairro Santa Rosa com o que concentra o maior número de registros de homicídios. Entre 2013 e 2015, houve um crescimento de 150% nos casos, segundo os registros da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE). Em 2013 e 2014, o índice era liderado pelo bairro do Salgado.


Vereadores da oposição fazem visita a Feira de Caruaru

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 18/02/2019 12h05, última modificação 21/02/2019 14h07
Grupo formado por cinco parlamentares foi ao Parque 18 de maio na intenção de observar as condições de trabalho e ouvir os feirantes.

Na manhã desta segunda (18), os vereadores Daniel Finizola (PT), Fagner Fernandes (AVANTE), Galego de Lajes (PSD), Marcelo Gomes (PSB) e Sérgio Siqueira (AVANTE) visitaram a Feira de Caruaru. O objetivo da visita foi observar de perto as condições de trabalho, e ouvir feirantes e compradores sobre o funcionamento da feira.

Durante a visita, os vereadores encontraram diversas situações de precariedade. Entre elas, uma que chama muito a atenção é a absoluta falta de manutenção dos banheiros. Muitos deles sem qualquer condição de uso: sujos e sem água. Os feirantes pararam inúmeras vezes os vereadores para relatar falta de segurança e a impossibilidade do funcionamento da feira em dias de chuva, levando em consideração que boa parte dos pontos de comércio são cobertos com lona, além da lama que se forma pelo acúmulo de água.

“A situação é bem difícil para quem trabalha e para quem compra. Em todos os espaços existem problemas que precisam ser resolvidos urgentemente. A feira de Caruaru é conhecida mundialmente e não merece estar nas condições que se encontra”, disse Daniel Finizola.

Os vereadores irão apresentar um relatório do que constataram na visita para a Gestão e solicitar que sejam encaminhadas as soluções possíveis.

Autoria: ASCOM/Vereador Daniel Finizola

Projetos destaques da sessão desta quinta-feira (12) na Câmara de Carurau:

por Catiane Damas — publicado 15/02/2019 10h40, última modificação 15/02/2019 10h40

Documento que requer maior rigor na contratação de artistas pelo Poder Público é aprovado em segunda votação na Casa
Foi aprovado, também em segunda discussão, o Projeto de Lei, de autoria do vereador Daniel Lula Finizola (PT), que proíbe o uso dos recursos públicos para a contratação de artistas que incentivem a violência ou o desrespeito às mulheres, à população negra e à comunidade LGBTQ+.

Os interessados podem consultar todos os documentos discutidos durante a sessão a partir do link: http://sapl.caruaru.pe.leg.br/sessao/pauta-sessao/251 
Lembrando que, excepcionalmente até sábado (14), o SAPL (Sistema de Apoio Legislativo) estará indisponível por questões técnicas. O Interlegis (programa do Senado Federal) está fazendo atualização dos sistemas e, por esse motivo, o SAPL também precisará passar por revisão durante esse período. Mas a partir do próximo sábado, a página poderá ser consultada a qualquer tempo através do site do Poder Legislativo de Caruaru

Tribuna: Segurança pública ganha posição de destaque nos debates da 4ª reunião do ano na Câmara, que ainda traz nova discussão sobre a feira

por Catiane Damas — publicado 15/02/2019 10h35, última modificação 15/02/2019 10h47


Vereadores chamam a atenção sobre a importância do monitoramento por câmeras de segurança

Entendendo as dificuldades enfrentadas no empenho dos esforços financeiros do poder público, que deve ser dividido entre muitas frentes de trabalhos demandados, e o justificado anseio da população no que diz respeito a segurança de suas atividades diárias, Vereador Sérgio Siqueira (Avante) sugere um programa de incentivo para os comerciantes da cidade. O programa consistiria em uma redução de impostos para os empresários que investirem em equipamentos de segurança e monitoramento.

O parlamentar se queixa da falta de manutenção das Câmeras de monitoramento em Caruaru, e destaca a importância deste veículo para controle da criminalidade na cidade.

A ideia foi ovacionada pelo pleno. O vereador Marcelo Gomes (PSB) endossa a sugestão do colega dizendo acreditar ser possível tal iniciativa, a exemplo do que foi feito com o IPTU verde - que prevê diferentes percentis de descontos no imposto para os proprietários de imóveis que investirem em ações sustentáveis em suas propriedades.

Segundo o vereador Rozael do Divinópolis (PRTB) essa é uma questão primordial já que a criminalidade voltou a crescer em Caruaru. E volta a enfatizar também a necessidade do debate sobre o Disque Denúncia, serviço que não deve ser descontinuado pelos inúmeros benefícios que agrega no combate ao crime no agreste. Em suas palavras, o vereador afirma que só quem sofreu coação física e psicológica em um assalto é que sabe da importância de se ter um instrumento para denúncias anônimas. E o parlamentar Edjailson da Caru forró (PRTB), em aparte ao discurso do colega, lembra a dificuldade de comunicação com o 190, já que por esse veículo o contato primeiro costuma ser com as unidades do Recife.

Já Heleno Oscar, o representante do povo pelo partido Patriota, reclama da falta de efetivo policial que garanta a segurança dos moradores da zona Rural e é apoiado em seu discurso pelo seu par Sérgio Siqueira, que aponta a deficiência de operações contingenciais nas rotas de fuga que são as saídas das cidades. E que é por esse motivo, nas palavras de Siqueira, que as áreas rurais sofrem tanto com ações criminosas.

A transferência de localidade da feira da Sulanca continua a dividir opiniões
Durante o uso da tribuna, Edjailson da Caru forró (PRTB) volta a trazer a discussão sobre a situação da feira que é patrimônio Imaterial do Brasil e enfatiza que a feira não é só dos sulanqueiros, mas dos caruaruenses, ao destacar que todos devem estar envolvidos no debate.

O edil Marcelo Gomes (PSB) aproveita o ensejo para destacar a urgência de se passar para uma segunda fase desse debate, onde realmente seja possível garantir a soberania da vontade popular.

Considerando que pesquisas de opinião podem ensejar em questionamentos sobre a fidelidade de seus resultados, para o parlamentar, a melhor forma de se resolver o dilema sobre o futuro da feira seria uma consulta direta à população.

Diante disso, Marcelo destaca a importância do requerimento do presidente da casa, o vereador Lula Tôrres (PDT), para a formação de uma comissão específica para revisar a Lei Orgânica do Município. “Eu mesmo, que estou aqui nesta casa há 6 anos, não havia percebido que a nossa lei não tem previsão de plebiscito e referendo (...) É importante a formação de comissão para que até o fim do ano, a lei esteja atualizada”. E continua: “em minha opinião, devemos transferir a feira. Mas não sou o dono da verdade, por isso o plebiscito seria importante”.

Câmara de Vereadores de Caruaru já tem voto aberto há três anos

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 13/02/2019 11h40, última modificação 18/02/2019 12h48

Enquanto a polêmica do voto secreto x voto aberto tomou conta do Senado na eleição para presidência da Casa, em Caruaru a situação é bem diferente. Com o objetivo de fortalecer a democracia e a transparência no Legislativo caruaruense, o vereador Marcelo Gomes foi um dos que propôs, em 2016, que a partir daquele ano todas as votações na Casa Jornalista José Carlos Florêncio fossem abertas.

.

A propositura foi aprovada pelos demais vereadores e passou a ser colocada em prática. “O homem púbico precisa tomar posições e fazer escolhas que precisam ser de conhecimento público. Ele deve satisfação aos seus eleitores e à sociedade em geral, afinal foi eleito com essa finalidade. Defendo o voto secreto apenas na urna, pelo eleitor, no dia da eleição”, justificou Marcelo Gomes.

Desde 2016, todos os temas, polêmicos ou não, são votados publicamente com a revelação do voto por cada parlamentar. “A abertura do voto facilita muito para que o eleitor possa refletir sobre a postura de cada vereador”, completa Marcelo Gomes.

Autoria: Pedro Neto - ASCOM/Vereador Marcelo Gomes

Parlamentar sugere plebiscito para que população decida sobre futuro da Feira da Sulanca

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 13/02/2019 11h35, última modificação 18/02/2019 12h49
Na primeira sessão do ano da Câmara Municipal de Caruaru, nesta terça-feira, 05, o vereador Marcelo Gomes (PSB) abordou dois temas importantes: a Feira da Sulanca e a situação da barragem de Jucazinho. Em relação às barragens, o parlamentar sugeriu a criação de uma Comissão Especial para acompanhar a situação de Jucazinho, manancial que tem capacidade de acumular 323 milhões de metros cúbicos de água, localizado no município de Surubim.
.
O vereador defendeu uma visita ao DNOCS e à Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado para obter mais detalhes sobre a situação. Ainda de acordo com o vereador, reportagens mostraram que o Governo do Estado solicitou ao Governo Federal uma série de obras na barragem, da ordem de R$ 40 milhões, mas só foram liberados R$ 11 milhões. “Jucazinho está em colapso, mas depois da tragédia de Brumadinho, todo mundo ficou apreensivo com esse gigante adormecido que está bem ao nosso lado. É preciso esclarecer a população sobre a real situação”, argumentou Marcelo Gomes.
.
Sulanca- Marcelo Gomes também propôs que seja realizado um plebiscito para que os moradores de Caruaru decidam sobre o futuro da Feira da Sulanca. “Não cabe mais a Prefeitura gastar dinheiro público com consultoria e com pesquisas. A Feira da Sulanca é do povo de Caruaru e nada mais justo do que um plebiscito para refletir a vontade popular sobre a permanência ou transferência”, afirmou.
.
Autoria: Pedro Neto - ASCOM/Vereador Marcelo Gomes

Tribuna: Saúde, Saneamento básico e Segurança Pública no município fomentam debates de parlamentares

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 13/02/2019 09h00, última modificação 14/02/2019 12h19

Programa "Médico nas Creches" pretende melhorar abrangência do atendimento pediátrico

Apresentado pelo vereador Marcelo Gomes (PSB), através do requerimento n° 170/2019, o programa intitulado como “Médico nas Creches” foi discutido em plenário. A intenção do projeto é ampliar o alcance da rede pública municipal de saúde para atendimento das crianças. A presença de médicos nas creches facilitaria o diagnóstico de problemas na visão, por exemplo, que é um dos grandes responsáveis pela queda no rendimento escolar, ressalta o autor da propositura.

Vereador cobra ação da Compesa e reclama falta de fiscalização do Ministério Público

O parlamentar Sérgio Siqueira (Avante) usou a tribuna para questionar a Compesa sobre os esgotos a céu aberto que não recebem a atenção da empresa. Para ele, é preciso intensificar a fiscalização, pois é uma questão de saúde pública. Outro ponto observado é a grande quantidade de metralhas espalhadas pela cidade sem a devida sinalização.

Disque Denúncia será tema de audiência pública na Câmara

A preocupação com a segurança pública do município motivou o vereador Rozael do Divinópolis (PRTB) a solicitar uma audiência pública para debater a importância da manutenção do Disque Denúncia em Caruaru. O instrumento vem aproximando a sociedade civil da polícia e, ainda, ajuda os órgãos competentes a resolverem diversos crimes em Caruaru e região Agreste. A audiência está marcada para a próxima quarta-feira, 20 de fevereiro, e tem por objetivo mobilizar os cidadãos da cidade e as autoridades competentes a encontrar soluções para viabilizar a continuidade do serviço.

Projetos e requerimentos em destaque na Reunião desta terça-feira (12):

por Núcleo de Comunicação Social — publicado 13/02/2019 08h00, última modificação 14/02/2019 12h43

Documento que requer maior rigor na contratação de artistas pelo Poder Público é aprovado em primeira votação na Casa

Foi aprovado, em primeira discussão, o Projeto de Lei, de autoria do vereador Daniel Lula Finizola (PT), que proíbe o uso dos recursos públicos para a contratação de artistas que incentivem a violência ou o desrespeito às mulheres, à população negra e à comunidade LGBTQ+.

Vereador solicita intérprete da Língua Brasileira de Sinais nas Sessões Parlamentares de Caruaru

O vereador Moysés Santos (PRP) solicitou a implantação da Língua Brasileira de Sinais (Libras), por meio de tradução simultânea, dos trabalhos parlamentares nas sessões. O Projeto garantirá a inclusão e interação dos deficientes auditivos com o legislativo municipal, além de contribuir para a valorização e reconhecimento da cultura surda, dando o direito a estes a participar mais ativamente dos debates políticos do município. 

Ações do documento