Vereadores participam de reunião sobre abastecimento de água

por Victor Vargas — publicado 24/09/2015 00h00, última modificação 10/03/2017 08h52
O abastecimento de água para as comunidades da zona rural de Caruaru foi o tema de uma reunião realizada...

O abastecimento de água para as comunidades da zona rural de Caruaru foi o tema de uma reunião realizada na manhã desta quarta-feira (23), na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar, com a participação dos vereadores da Câmara Municipal e da gerência regional da Compesa.

Preocupados com a falta de água, que está afetando sobremaneira as localidades rurais, os vereadores questionaram a gerente da companhia, Nyadja Menezes, sobre que medidas poderiam ser tomadas para mitigar o problema. Nyadja Menezes informou que, por ora, o abastecimento nos distritos só poderá ser feito através de carros-pipas às cisternas comunitárias. “Estamos pensando em recursos que possibilitem uma melhor distribuição às comunidades rurais. Vamos realizar uma verificação para analisar se as cisternas existentes estão estruturadas fisicamente para receber o abastecimento. A redistribuição de água por meio das cisternas comunitárias é a solução alternativa para minimizar a falta de água na zona rural”, explicou a gerente da Compesa.  

Para o vereador Jaelcio Tenório (PRB), líder do governo na Câmara, as informações dadas pela estatal, embora preocupantes, foram positivas. “Houve muita sinceridade da parte da Compesa, pois, nesse momento, a verdade é que a crise da falta de água é maior do que se fala”, externou o líder.

O presidente da Câmara, vereador Leonardo Chaves (PSD), também mostrou sua preocupação. “A situação é difícil, quase de calamidade pública, e nós lamentamos porque os nossos governantes nunca levaram esse problema a sério”, voltou a afirmar o vereador.

Guanabara Comunicação/AscomCâmara
Foto: Vladimir Barreto/AscomCâmara
registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.