Vereadores entregam relatório sobre situação de delegacias

por Victor Vargas — publicado 04/09/2015 00h00, última modificação 10/03/2017 10h35
Os vereadores Rodrigues da Ceaca (PRTB), Tenente Tiburcio (PMN), Carlinhos da Ceaca...

Os vereadores Rodrigues da Ceaca (PRTB), Tenente Tiburcio (PMN), Carlinhos da Ceaca (PPS), Duda do Vassoural (DEM), Antonio Carlos (DEM) e Edjailson da Caru Forró (PTdoB) – integrantes da comissão temporária formada para apurar a situação das delegacias – entregaram, ontem (03), ao secretário estadual de Defesa Social, Alessandro Carvalho, o relatório das visitas realizadas no mês passado às unidades da Polícia Civil em Caruaru.

O relatório reporta, em detalhes, as condições de trabalho encontradas pela comissão na 88ª Circunscricional/1ª DP (próximo ao Monte Bom Jesus), 89ª Circunscricional/2ª DP (Salgado), 90ª Circunscricional/3ª DP (Petrópolis), 19ª Circunscricional/Homicídio (Bairro Boa Vista II), 20ª Circunscricional/Homicídio (Boa Vista II), Delegacia da Mulher (São Francisco) e Diretoria do Interior I de Polícia Civil (Indianópolis).

Para realizar o trabalho, os vereadores registraram, com imagens, o atendimento à população, as instalações físicas das unidades, o material de expediente e os materiais apreendidos, recolhidos às delegacias, e ouviram também depoimentos da população e do efetivo – delegados, escrivães e agentes. Foram muitos os problemas encontrados, como detalha o vereador Tenente Tiburcio, relator da comissão: “Na 88ª Circunscricional/1ª DP, não havia ninguém na recepcão para atender e encaminhar as ocorrências, não havia delegado no local – é o titular da 90ª Circunscriciona/3ªDP que responde pelo expediente desta DP, os cidadãos estavam à espera de atendimento há mais de uma hora e, ainda por cima, os serviços de limpeza lá são executados pelos próprios agentes e escrivães, por falta de um funcionário para tal fim, e, de quando em vez, eles chegam a fazer uma cota para pagarem os serviços”.

Situação semelhante foi encontrada na 89ª Circunscricional/2ª DP, que foi reinaugurada ontem pelo governador Paulo Câmara. A delegacia não tem titular, quem se encontra respondendo é o chefe da 90ª Circunscricional/3ªDP, que responde também pela 88ª Circunscricional/1ªDP. Na 90ª Circunscricional/3ª DP, além do delegado acumular outras duas delegacias, são os funcionários que se cotizam para pagar uma pessoa para fazer os serviços gerais e comprar a água para eles beberem, além de faltar também material básico de expediente.

Falta de material e de efetivo também foi o principal problema detectado nas outras delegacias, as duas de Homicídios e a da Mulher, que aliás se encontra sem delegado, pois a titular está de férias. “A tendência é a situação agravar-se mais, caso não sejam adotadas medidas urgentes e viáveis para a contenção dos homicídios uma vez que, no ano de 2014, houve em Caruaru 137 homicídios, enquanto que no ano em curso já ocorreram 142, computados até o dia 31 de agosto”, ressaltou o vereador Rodrigues da Ceaca, presidente da comissão.

Para evitar a funesta previsão, os parlamentares recomendaram que o governo do Estado adote cinco estratégias para a diminuição da prática dos chamados Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), entre elas a contratação de funcionários terceirizados para o setor de serviços gerais e a aquisição do material de limpeza e de expediente, incluindo água para consumo dos funcionários. “Sugerimos ainda que seja promovido concurso público para agentes técnicos administrativos, com atribuições restritas na administração, possibilitando a liberação dos agentes de polícia para funções meramente investigativas; e que as obras da construção que estão paradas, no terreno onde é sediado o 4ºBPM, sejam retomadas, visando as instalações das 90ª Circunscricional/3ª DP, da Delegacia da Mulher, da 14ª DESEC e Diretoria do Interior I – DINTER I, cujos órgãos funcionam em prédios alugados”, finalizou o relatório.

Guanabara Comunicação/AscomCâmara
Foto: TV Replay
registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.