Vereador defende mais investimento em preservação ambiental

por Victor Vargas — publicado 05/06/2013 00h00, última modificação 15/03/2017 09h23
Na véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente – comemorado nesta quarta-feira

Na véspera do Dia Mundial do Meio Ambiente – comemorado nesta quarta-feira (5) – o vereador Jajá (PPS) aproveitou a sessão na Câmara de Vereadores para destacar uma série de problemas em relação ao Rio Ipojuca, ao Parque João Vasconcelos Sobrinho e às ações de educação ambiental realizadas em Caruaru.

Vestido com uma camisa e uma gravata verde, em alusão ao meio ambiente, o parlamentar apresentou imagens que mostram esgotos sendo jogados no rio sem nenhum tratamento, além de muito lixo e outros dejetos acumulados nas margens do Ipojuca.

O vereador defende que a Diretoria de Meio Ambiente (subordinada à Secretaria de Infraestrutura e Políticas Ambientais) dê lugar à Secretaria de Meio Ambiente, o mais rápido possível, para  ganhar mais autonomia e respaldo para captar verbas e implantar ações de combate aos crimes contra a natureza.

“Hoje o nosso Rio Ipojuca é um verdadeiro esgoto a céu aberto. Dejetos de fábricas, indústrias e de um grande número de residências, são jogados diretamente no rio, sem nenhum tipo de tratamento. Praticamente não é possível encontrar vida no Ipojuca, e isso também é nossa culpa. Precisamos fazer algo”, afirmou Jajá.

Na próxima quinta-feira (6), dois projetos do vereador, voltados para a área ambiental, serão votados na Câmara. O primeiro deles solicita a implantação de uma Delegacia de Crimes contra o Meio Ambiente em Caruaru. O segundo, pede a reativação do escritório do Ibama.

Diógenes Barbosa/Ascom vereador Jajá

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.