Val é o sexto a ser ouvido pela Comissão de Ética

por Victor Vargas — publicado 30/04/2014 00h00, última modificação 14/03/2017 11h00
O vereador Joseval Bezerra (Val de Cachoeira Seca), do DEM, foi o sexto a ser ouvido pela Comissão...

O vereador Joseval Bezerra (Val de Cachoeira Seca), do DEM, foi o sexto a ser ouvido pela Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal de Caruaru, que está apurando a conduta dos vereadores envolvidos na Operação Ponto Final. O depoimento ocorreu na manhã desta quarta-feira (30), no Salão Nobre Vereador Leonardo Chaves.

Seguindo a mesma liturgia das ouvidas anteriores – de Sivaldo Oliveira (PP), Cecílio Pedro (PTB), Neto (PMN), Louro do Juá (SDD) e Jajá (sem partido) – o depoimento de Val foi acompanhado pelos advogados de defesa Marcílio e Marcelo Cumaru, pela Secretaria Jurídica da Câmara e pelos membros da comissão – o presidente Ricardo Liberato (PSC), o relator Marcelo Gomes (PSB), José Ailton (PDT) e os suplentes Heleno do Inocoop (PRTB), substituindo o secretário Rozael do Divinópolis (PROS), e Ranilson Enfermeiro (PTB), substituindo Demóstenes Veras (PROS).

Aparentando tranquilidade, o vereador Val, que segue afastado de suas funções por decisão judicial, disse que não tem nada a temer e que espera provar sua inocência diante do que classificou como “armação”. “A Comissão está trabalhando correto, me deixou bastante à vontade para eu falar e fazer a minha defesa. No andar da história, vamos poder provar toda a nossa inocência e não vai demorar muito não para vocês verem algum resultado dessa armação que fizeram contra nós”.

O relator Marcelo Gomes disse que o cronograma dos trabalhos está sendo seguido, apesar de alguns questionamentos e alegações apresentados pela defesa, inclusive solicitando o depoimento do relator. “A Comissão deliberou e a defesa entendeu que deveria recorrer. Temos um prazo de 5 dias para apresentar recurso contra essas novas demandas”, explicou o relator.

O próximo a ser ouvido será o vereador Val das Rendeiras (PROS), na sexta-feira (02/05); Eduardo Cantarelli (SDD), no dia 05; Jadiel Nascimento (PROS), no dia 06; e Evandro Silva (PMDB), no dia 07. Encerradas as oitivas, a Comissão terá 5 dias para encaminhar o relatório para a presidência da Câmara, que deverá encaminhar o processo para o plenário.

Guanabara Comunicação/AscomCâmara

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.