Teatrólogo Vital Santos deixa saudade e obra premiada

por Victor Vargas — publicado 22/10/2013 00h00, última modificação 24/02/2017 09h07
Nascido em Toritama, criado em Caruaru e falecido no Recife, Vital Santos foi o teatrólogo mais...

Nascido em Toritama, criado em Caruaru e falecido no Recife, Vital Santos foi o teatrólogo mais premiado da história contemporânea do teatro pernambucano. Escreveu 28 peças – dentre elas, “A Feira de Caruaru”, “Rua do Lixo 24”, “A menor pausa”, “Árvore dos Mamulengos”, “Recortes de Infância”, “O sol feriu a terra e a chaga se alastrou”, “Solta o boi na rua”, “O Auto das 7 Luas de Barro” (Prêmio Molière), “A noite dos tambores silenciosos”, “Olha pro céu meu amor”.

Aclamado também como diretor – Vital dirigiu o Quinteto Violado, Elba Ramalho, dentre outros, o premiadíssimo “Grupo Feira de Teatro Popular de Caruaru”.

Na imagem – à esquerda – Vital Santos aparece no lançamento da biografia do ex-ministro Fernando Lyra – cumprimentando os contabilistas Luiz Teófilo e Bernardo Barbosa.

Guanabara Comunicação/AscomCâmara

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.