Jajá denuncia problemas no Centro de Saúde do Santa Rosa

por Victor Vargas — publicado 19/10/2013 00h00, última modificação 24/02/2017 09h17
A saúde pública municipal voltou a ser alvo de críticas do vereador Jajá (PPS), durante a reunião...

A saúde pública municipal voltou a ser alvo de críticas do vereador Jajá (PPS), durante a reunião realizada na noite da última quinta-feira (18), na Câmara Municipal de Caruaru. Desta vez, o alvo foi o Centro de Saúde do Santa Rosa, no bairro de mesmo nome, onde o vereador esteve durante toda a manhã. Lá centenas de pessoas esperavam na fila por atendimento médico, desde o início da madrugada. E após horas aguardando, muitas descobriram que não haveria atendimento, o que gerou revolta de muitos pacientes, que chamaram a atenção para a falta de estrutura da unidade de saúde.

“Estava nos meus afazeres, na Câmara de Vereadores, e comecei a receber inúmeras ligações de pessoas próximas e de lideranças da comunidade, pedindo que fosse à unidade de saúde com urgência. Chegando lá, me deparei com uma situação bem diferente do que é descrito pelos gestores municipais. Centenas de pessoas, inclusive idosos, esperando na fila desde a madrugada. E ainda querem dizer que não há problemas na rede municipal de saúde?”, questionou o vereador.

Durante o discurso, no plenário, Jajá aproveitou para chamar a atenção para a postura assumida pelos gestores da unidade de saúde. “Eles disseram apenas que não poderiam fazer nada. Que os horários de atendimentos eram aqueles, mas que havia profissionais de férias”, criticou. O vereador também pediu que a secretaria esteja mais atenta ao controle dos horários dos profissionais que prestam atendimento na unidade. “Porque não adianta ter uma casa bonita, se não houver pessoas para cuidar dela, para receber bem os convidados. Não é a primeira vez que escuto pessoas falando que chegaram à unidade e não havia médicos, que o médico estava atrasado, que estava ali esperando há horas”, apontou.

Para provar o que estava sendo exposto, o parlamentar apresentou imagens (fotografias e vídeos) feitas durante o tempo em que permaneceu no local. Elas registram centenas de pessoas esperando na fila, inclusive muitos idosos. E também o momento em que alguns pacientes tiveram que ser socorridos pelo Corpo de Bombeiros, após passar horas esperando pelo atendimento. “Conversei com um dos profissionais do Corpo de Bombeiros e ele me disse, inclusive, que esta não é a primeira vez que eles precisam prestar atendimento em alguma unidade de saúde do município. Quer dizer, isso não é nenhuma novidade. A diferença é que agora conseguimos registrar”, destacou o parlamentar.

Diogenes Barbosa/AI vereador Jajá

registrado em:
Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.